ROI: entenda como aplicar em seu programa de educação corporativa

ROI

Investir em treinamento corporativo é estratégico para qualquer empresa. Os benefícios vão desde aumento da produtividade e do engajamento da equipe até o alinhamento com os objetivos da corporação e o alcance de metas.

Contudo, embora fique claro, principalmente para os gestores de pessoas, que a educação corporativa é importante, não é fácil medir seu ROI (Retorno sobre o Investimento). Isso porque, muitas vezes, os resultados dessa ação são subjetivos e não apresentam indicadores numéricos.

Por isso, se você não sabe se o investimento no seu treinamento está valendo a pena ou quer comprovar que sim, tem um ótimo retorno, continue a leitura e entenda como criar e calcular o ROI.

O que é ROI

Como dissemos, a sigla ROI significa Retorno sobre Investimento, ou seja, trata-se de uma métrica fundamental, pois reflete os ganhos financeiros que a empresa obteve com cada ação implementada. Ela mostra quanto foi ganho ou perdido para cada 1 Real investido.

A métrica é usada em diversos tipos de negócio e tem a grande vantagem de demonstrar com clareza se um produto ou serviço é rentável, se as estratégias usadas trazem resultados palpáveis ou se é preciso mudá-las.

Desafios de calcular o ROI em treinamentos

Investir em educação corporativa é investir em pessoas e, por isso, medir os resultados de um treinamento é desafiador. Além disso, é muito comum começar um programa de cursos sem ter metas bem estabelecidas, o que atrapalha – e muito – o cálculo do ROI.

Via de regra, o ROI é medido com uma fórmula simples: uma empresa obteve R$ X em vendas ou prestação de serviços e investiu R$ Y no treinamento para aquela tarefa. Aplica-se X-Y/Y= ROI.

Mas em treinamentos não é bem assim. Os ganhos nem sempre podem ser mensurados em moeda, pois eles vão além disso. Um treinamento em segurança no trabalho, por exemplo, não visa lucro direto, mas a redução de acidentes. Portanto, o resultado positivo seria a queda dos índices de acidentes e a redução dos custos da empresa com indenizações.

Como medir o ROI em treinamento corporativo

Apesar das dificuldades, não é impossível medir o ROI de um programa de treinamento corporativo. Em primeiro lugar, é preciso ter uma meta clara, como:

Diminuir o retrabalho da equipe para executar determinada tarefa em 50% em até 3 meses.

Se o resultado for alcançado, é mais fácil descobrir se o investimento gerou o retorno esperado. A equipe ficou mais produtiva? Foi possível absorver mais trabalho ou incorporar mais clientes com o tempo que ficou sobrando? Foi possível reduzir o pagamento com horas extras a partir dessa ação?  Enfim, busque entender se a meta foi cumprida e qual o seu impacto para as finanças da empresa.

Existem diversas formas de medir o retorno em treinamentos. Conheça algumas delas.

Análise de Performance

Um dos objetivos mais comuns de quem investe em educação corporativa é melhorar a performance dos colaboradores, ou seja, aumentar a produtividade da equipe. Se for o seu caso, acompanhe se, em relação ao período anterior ao treinamento, os colaboradores estão realizando suas tarefas com mais eficiência, se está ocorrendo menos retrabalho, se os colaboradores estão mais autônomos. Tudo isso pode indicar o ROI.

Avaliação Financeira

Avalie se os lucros da empresa aumentaram após o treinamento. Tente entender se o programa influenciou nesse resultado. Para isso, é mais fácil quando não há nenhuma outra ação, de marketing, por exemplo, sendo executada no mesmo período.

Avaliação de Rotatividade

Se a sua equipe tem muita rotatividade, procure entender o que está causando isso. Pode ser que o programa de treinamentos não esteja funcionando. Pode não ser tão motivador ou, ao contrário, está formando profissionais para empresas maiores, que oferecem melhores salários. Fique atento e calcule o quanto essa troca de equipe constante está custando.

Ferramentas de análise

Independentemente da forma de cálculo do ROI, é importante sempre investir em ferramentas que auxiliem nessa métrica. Em treinamentos e-learning, a própria plataforma de gestão de aprendizagem pode ser uma importante aliada na análise dos resultados.

Use e abuse da tecnologia para mensurar desempenho, satisfação da equipe, engajamento etc. O LMS Konviva é uma plataforma LMS desenvolvida pelos melhores especialistas em educação corporativa do mercado e pode auxiliar a sua empresa a personalizá-la para alcançar as suas metas com educação corporativa.

Entre em contato conosco agora mesmo e saiba mais sobre nossas soluções!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *