Konviva

Konviva
Edit Template

Mensurando o impacto dos treinamentos: como as métricas de aprendizagem podem ajudar?

5 de maio de 2023

Ter ferramentas para medir as ações dentro de uma empresa é essencial para compreender se as decisões tomadas estão sendo assertivas e se estão dando o resultado esperado. Por isso, contar com métricas de aprendizagem é tão importante. É esse tipo de instrumento que indica se um treinamento, capacitação ou workshop conseguiu cumprir a função esperada. 

Neste artigo, iremos abordar as principais questões relacionadas a esse assunto: 

  • Os diferentes tipos de métricas de aprendizagem; 
  • Como interpretar as métricas de aprendizagem e tomar ações efetivas; 
  • Como as métricas de aprendizagem podem ajudar a otimizar o ROI em treinamentos corporativos;
  • A importância da análise contínua das métricas de aprendizagem e adaptação dos programas de treinamento

Os diferentes tipos de métricas de aprendizagem

Métrica de aprendizagem consiste na utilização de ferramentas para medir, visualizar e compreender um tipo específico de informação relacionada a uma aula ou treinamento. No caso do universo da educação corporativa, essa informação está relacionada a aspectos que dizem respeito aos resultados do programa de capacitação, tais quais: matrículas, andamento, taxa de conclusão, evasão e notas.

Por exemplo:  se o aluno tiver uma nota abaixo do esperado, ele não recebe uma certificação. Se no conjunto um número x de alunos fica abaixo da nota, a empresa como um todo não recebe certificação, ISO ou não passa na auditoria.

Para compreender essa ideia melhor, vamos listar alguns dos principais tipos de métricas: 

Taxa de adesão: esse é um indicador que aponta quantos colaboradores se inscreveram no treinamento e quantos, de fato, compareceram e realizaram as atividades no tempo previsto pela plataforma. 

A taxa de adesão é uma métrica de aprendizagem muito importante para mostrar o nível de engajamento dos colaboradores. Com ela, é possível entender, por exemplo, se a divulgação da capacitação está eficiente. 

Taxa de abandono: esse número revela quantos colaboradores desistiram do treinamento ou curso durante a jornada de aprendizagem. Por exemplo, se a atividade começou com 60 pessoas, mas a turma que concluiu todo o processo indica 53 colaboradores, significa que 7 profissionais abandonaram aquela formação. 

Essa métrica de aprendizagem é muito importante para mostrar se o treinamento tem uma metodologia interessante, se a plataforma tem uma boa usabilidade, se o colaborador encontrou um conteúdo interessante. Compreender o que motiva uma determinada taxa de abandono é importante para saber se um treinamento está sendo eficiente ou não.

Taxa de reação: esse é um indicador que aponta como os colaboradores se sentiram ao finalizar uma capacitação. Para ter acesso a esses números, é crucial aderir a ferramentas que promovam uma pesquisa de satisfação. 

Uma boa estratégia para ter acesso a respostas sinceras é aplicar um questionário que permita respostas anônimas. Dessa forma, o colaborador poderá indicar sua percepção sobre o curso sem se preocupar com retaliações. 

Tempo médio de treinamento por pessoa: essa métrica mostra quanto tempo é preciso para concluir um treinamento e quanto tempo a empresa está investindo nessa atividade. 

É interessante cruzar essa informação com o tempo de horas trabalhadas e compreender como cada colaborador usa o seu período laboral. Isso também pode mostrar como cada tipo de treinamento vai funcionar para perfis diferentes de colaboradores. Alguns profissionais precisam de mais tempo para encerrar uma capacitação, enquanto outros finalizam as atividades mais rapidamente. 

Existem ainda métricas de aprendizagem que vão medir a eficiência dos treinamentos com o uso de exercícios e tarefas, com a presença nas discussões promovidas pelos chats online e, claro, pelos resultados práticos no dia a dia da empresa. 

Como interpretar as métricas de aprendizagem e tomar ações efetivas

As métricas de aprendizagem indicam uma série de informações muito preciosas não somente sobre a qualidade dos treinamentos, mas também sobre o perfil dos colaboradores.

Com a interpretação correta desses indicadores é possível compreender como cada colaborador organiza o seu dia a dia de trabalho: quanto tempo dedica aos treinamentos e quanto tempo usa para realizar as outras atividades. 

Também é possível visualizar lacunas de conhecimento que não eram perceptíveis. Ao medir como os treinamentos estão sendo recebidos, a empresa pode descobrir que determinados colaboradores não conseguiam realizar uma atividade específica porque não sabiam como era para fazer. 

Outra forma de interpretação das métricas de aprendizagem diz respeito à possibilidade de personalizar as estratégias de aprendizado. 

Se a taxa de abandono for alta e a taxa de reação indica um descontentamento com o treinamento, é possível repensar no conteúdo das aulas e na forma de abordagem do conteúdo. 

O conteúdo do curso pode não atender às expectativas dos colaboradores, ser muito diferente das suas necessidades e não representar um ganho para esses profissionais. Por isso uma taxa de reação negativa ou uma alta taxa de abandono.

O que fazer? Reorganizar o conteúdo, tentar outra abordagem, usar outras técnicas de ensino como o microlearning e contar com dinâmicas que usam a gamificação

Como as métricas de aprendizagem podem ajudar a otimizar o ROI em treinamentos corporativos

As métricas de aprendizagem são essenciais para entendermos como está o ROI de uma organização. 

Saber cada um dos indicadores é muito importante para saber se o investimento na educação corporativa está apresentando resultados. A ideia é que as métricas de aprendizagem sejam uma forma de auxiliar as tomadas de decisão e contribuam para melhorar os processos e conseguir bons resultados. 

Dessa forma, o ROI pode ser otimizado e a direção da empresa compreende a importância não só de investir em aprendizagem e LMS, como também de medir os impactos desse tipo de investimento. 

A importância da análise contínua das métricas de aprendizagem e adaptação dos programas de treinamento

Contar com um sistema de LMS que disponibilize métricas de aprendizagem é muito importante para validar a eficácia das capacitações, o nível de aceitação dos colaboradores e ratificar o ROI de treinamentos corporativos.

Não é estratégico ter acesso a métricas de aprendizagem em uma única parte do treinamento ou curso. O ideal é acompanhar como esses números mudam ou não ao longo de toda a experiência de aprendizado. 

Por isso, busque a solução de LMS que ofereça as métricas de aprendizagem mais completas. E é aí que entra a Konviva! Nossa plataforma oferece uma série de ferramentas para acompanhar e mensurar o processo de aprendizagem dos colaboradores, permitindo que os gestores tenham acesso a diversos relatórios que mostram a evolução de cada colaborador

Além disso, os gestores, líderes e administradores conseguem ter acesso a mais informações de métricas de aprendizagem através dos dashboards – painéis  que ficam disponíveis nos perfis e são uma ferramenta a mais para facilitar a gestão e torná-la mais eficiente.

Não perca tempo e entre em contato com o nosso time de atendimento agora mesmo para entender com mais detalhes o que podemos fazer pela sua equipe!  

Compartilhe: